All posts by crmliquor

Entenda a relação do Exame de Líquor na investigação do AVC

Você sabia que o AVC (Acidente Vascular Cerebral) está entre as principais causas de morte e incapacitação física no mundo?  Estima-se que após um AVC, cerca de 70% das pessoas não retornam aos seus postos de trabalho, devido às sequelas, e 50% tornam-se dependentes, principalmente no que diz respeito às atividades do dia a dia.

Embora seja uma condição que acometa, geralmente, pessoas acima dos 60 anos de idade, ainda assim pode ocorrer em qualquer faixa etária e isso inclui até mesmo crianças.

Não é à toa que diversos estudos revelam que o número de casos de AVC entre os jovens tem crescido. E não para por aí: a Organização Mundial de AVC prevê que uma a cada seis pessoas no mundo terá um Acidente Vascular Cerebral ao longo da vida.

Afinal, por que o AVC ocorre?

Há dois tipos de AVC’s, o Hemorrágico e o Isquêmico, que acontecem por motivos diferentes.

O AVC Hemorrágico ocorre quando um vaso cerebral se rompe e provoca uma hemorragia, que pode acontecer dentro do tecido cerebral ou na superfície entre o cérebro e a meninge. Este tipo representa apenas 15% de todos os casos de AVC no mundo, porém é considerado o mais perigoso, pois está associado a um maior número de óbitos do que o AVC Isquêmico.

O AVC Isquêmico, por sua vez, é mais comum e representa 85% de todos os casos. Ele é desencadeado pela obstrução de uma artéria, que normalmente é causada por um trombo (trombose) ou a um êmbolo (embolia), responsável por bloquear a passagem de oxigênio para as células cerebrais, matando-as.

Sinais que indicam um AVC

  • Perda súbita de força e formigamento no rosto, braço ou perna de um lado do corpo;
  • Alterações na fala, compreensão, visão, equilíbrio e coordenação;
  • Confusão mental;
  • Dor de cabeça forte, súbita e sem causa aparente;
  • Vertigem ou dificuldade para caminhar.

Investigação do AVC

Geralmente, o diagnóstico do AVC é feito por meio de exames de imagem, que permitem identificar a área do cérebro afetada e o tipo de acidente vascular, ou seja, se é isquêmico ou hemorrágico.

A TC (Tomografia Computadorizada) do Crânio é o exame de imagem mais utilizado, principalmente, para avaliar inicialmente o AVC Isquêmico Agudo, visto que demonstra sinais precoces de isquemia.

Para isso, a TC deve ser realizada o mais rápido possível e repetida em 24 até 48 horas nos casos em que não sejam evidenciadas alterações no exame inicial ou que tenham tido uma evolução insatisfatória.

A Ressonância Magnética Encefálica com Espectroscopia ou ponderada para perfusão ou difusão, também pode ser realizada, porque apresenta positividade maior que a Tomografia Computadorizada nas primeiras 24 horas para o AVC Isquêmico.

A Angiografia Cerebral, ocasionalmente, é feita nos casos de HSA (Hemorragia Subaracnoidea) ou Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico de origem desconhecida.

Exame de Líquor e AVC

O Exame de Líquor ou Líquido Cefalorraquiano é indicado nos casos de suspeita de HSA com Tomografia Computadorizada negativa e de vasculites inflamatórias ou infecciosas.

No caso de AVC Isquêmico, o exame do líquor pode auxiliar na investigação, por meio da análise das alterações quimiocitológicas. A análise do líquor, por meio da citologia e principalmente da dosagem da proteína, também ajuda na avaliação do impacto ou repercussão da parte do cérebro que passou pela isquemia.

Já no caso de AVC Hemorrágico discreto, o exame do líquor possibilita a elucidação diagnóstica, principalmente, se o acidente tiver acontecido há alguns dias (sete, 14 ou até mais dias), pois pode ocorrer o aparecimento de células sinalizadoras de hemorragia anterior.

Em quadros de AVC Hemorrágicos já diagnosticados pela Tomografia Computadorizada, a análise do líquor auxilia na quantificação da hemorragia e no entendimento do estado de inflamação e racional ao sangue do espaço subaracnoide, por meio da análise da contagem das hemácias e células e das dosagens de proteína, glicose e lactato.

Por fim, as micro-hemorragias muitas vezes não são diagnosticadas pelos exames de imagem, desta forma, o exame de líquor pode ajudar até mesmo antes de uma angiografia cerebral.

Tratamento

Ao perceber qualquer sinal que indica um AVC, procure imediatamente ajuda médica, pois há formas de tratar o quadro e evitar complicações ou sequelas. O tratamento do AVC Isquêmico, por exemplo, baseia-se na reperfusão, ou seja, desobstrução do vaso cerebral ocluído com o trombolítico, que é injetado na veia do braço e circula pela corrente sanguínea até o vaso cerebral afetado. A finalidade do medicamento é desfazer o coágulo que entope a circulação e normalizar a circulação cerebral.

Prevenir é melhor do que remediar!

Embora muitos fatores de risco não possam ser alterados, como genética, idade e predisposição, em contrapartida, adotar alguns cuidados pode prevenir ou reduzir e muito o risco de AVC, dentre os principais estão:

  • Não fumar e evitar o consumo de álcool;
  • Manter uma alimentação saudável e o peso corporal controlado.
  • Beber bastante água;
  • Praticar atividades físicas regularmente;
  • Levar uma vida menos estressante;
  • Manter a pressão arterial controlada, assim como a glicose.

A adequação dos hábitos de vida é primordial para prevenir o AVC e outras doenças graves. Cuide da sua saúde!

Referências

A investigação na fase aguda do AVC (Acidente Vascular Cerebral)

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302004000200018

Acidente Vascular Cerebral

http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/8-3/acidente.pdf

AVC: o que é, causas, sintomas, tratamentos, diagnóstico e prevenção

http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/acidente-vascular-cerebral-avc

Acidente Vascular Cerebral

http://www.sbdcv.org.br/publica_avc.asp

AVC

http://www.brasil.gov.br/noticias/saude/2012/04/acidente-vascular-cerebral-avc

 

 

Leia mais

Como o CR Liquor tornou-se a primeira franquia de diagnósticos do sistema nervoso no Brasil

O laboratório CR Liquor deixou sua marca no segmento de franchising ao consolidar-se como a primeira franquia de soluções para diagnósticos de doenças do sistema nervoso no Brasil.

Falar da história do grupo, que já possuía quatro unidades próprias em 2017, quando iniciou a franquia, é lembrar também da carreira e da persistência do seu idealizador, o médico patologista clínico, Dr. Rene Pimenta.

São mais de trinta anos de experiência na área para desenvolver a inovadora franquia especializada na coleta e análise do líquido cefalorraqueano.

Demanda de mercado

De acordo com a experiência de Pimenta, há no mercado uma notória falta de profissionais e treinamento médico voltados a esse tipo de exame diagnóstico.

O modelo de franquias do CRM Liquor tem por objetivo atuar como ferramenta auxiliar a médicos neurologistas, patologistas e hospitais.

“Trabalhei nos maiores laboratórios de liquor e passei a atender em grandes hospitais que possuem esse serviço terceirizado para fazer a punção e análise do líquor para o diagnóstico correto”, relata o médico.

A experiência foi responsável pela ampliação da oferta desse serviço especializado, de uma forma que o alcance fosse maior e, até mesmo, mais democrático.

“Vi um caminho de expandir esse exame para hospitais também de regiões periféricas da capital”, ressalta.

Aliás foi essa mesma falta de especialização que, no início da carreira, fez com que Pimenta optasse pela especialização, ainda nos anos de formação na Escola Paulista de Medicina.

A importância da coleta e análise do líquido cefalorraqueano é de fundamental importância para o diagnóstico de doenças como meningites, encefalites, esclerose múltipla, Alzheimer, entre outras doenças degenerativas.

Saúde é assunto de família

Os caminhos na área da saúde foram trilhados pelo Dr. Rene Pimenta em um caminho influenciado dentro de casa.

Seu pai era técnico de laboratório e foi inspiração para a carreira que estava a caminho.

Para custear os caros estudos na área, o patriarca se desdobrava em três empregos. “As dificuldades sempre existiram, mas nada que me impedissem de desistir do meu sonho”, lembra o médico.

O primeiro laboratório focado na punção de liquor foi inaugurado em 1986. Em poucos anos, o atendimento especializado seria ampliado para regiões como a Zona Norte, Guarulhos e ABC – essa iniciativa viria a ser o CRM Liquor.

Atualmente, os trabalhos ultrapassaram as barreiras regionais, estão também em franquias em Brasília e na Paraíba.

Seja um franqueado CRM Liquor

O modelo de franquia do CRM Liquor oferece soluções em diagnósticos que já estão em parcerias com 40 hospitais e centenas de especialistas.

A exigência é que o candidato precisa ser médico com formação em:

  • neurologia;
  • neurocirurgia;
  • infectologia;
  • patologia clínica.

Fazer parte do grupo com uma franquia da CRM Liquor significa investir em uma proposta empreendedora com baixa concorrência.

Quer ser parceiro CRM Liquor? Entre em contato conosco para obter mais informações sobre a franquia.

Leia mais

Entenda a Garantia de Qualidade dos serviços da rede CR Liquor

Ao ser um franqueado é muito importante saber o que oferecer e, também, entender o que compõe a garantia de qualidade dos serviços da rede CR Liquor.

Quando desenvolveu e possibilitou o inovador franchising de soluções em diagnóstico para doenças do Sistema Nervoso, o médico patologista, Dr. Rene Pimenta, democratizou um serviço de excelência que já era desenvolvido pelo laboratório.

Hoje o Blog do CRM Liquor vai trazer um pouco mais sobre as origens dessa garantia de qualidade, uma virtude a qual é fundamental que o franqueado tenha conhecimento.

Certificados de qualidade CRM Liquor

Além de seu próprio histórico, existem certificações que atestam a garantia de qualidade dos serviços da rede CRM Liquor.

Os atendimentos e análises seguem os mais exigentes processos e controle de qualidade, certificados pelos melhores Programas de Excelência.

Dentre eles, selecionamos algumas para que o franqueado tenha conhecimento:

  • Uma delas é a certificação do Instituto Brasileiro de Excelência em Saúde (IBES);
  • Certificação da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial;
  • Certificado de excelência do Programa Nacional de Controle de Qualidade patrocinado pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas.

Treinamento e diagnóstico

Ao desenvolver a franquia da rede de laboratórios CRM Liquor, Pimenta levou em conta toda uma experiência de atuação no segmento para colocar em prática a expansão das unidades.

Nota-se, primeiramente, a falta de experiência de treinamento médico nessa fatia de atuação laboratorial.

Paralelamente, existe a grande importância relacionada à coleta do Líquido Cefalorraqueano e outros exames disponíveis no CRM Liquor.

São mecanismos fundamentais para identificar e tratar doenças neurológicas como:

  • meningite;
  • encefalite;
  • esclerose múltipla;
  • Alzheimer;
  • entre outras.

Uma franquia para democratizar exames de qualidade

Diante dos desafios que o segmento apresentava, a ideia de ampliar o alcance dos laboratórios CRM Liquor por meio de uma rede de franquias está ligada à democratização desse tipo de recurso.

Significa levar para vários cantos do Brasil o que há de mais moderno nesse serviço médico laboratorial.

Se você é médico, conheça mais detalhadamente quais as especificações para que você seja um franqueado CRM Liquor.

Para ser um franqueado, o médico precisa ter formação em neurologia, neurocirurgia, infectologia ou patologia clínica.

A franqueadora fornece a assessoria completa para que o seu laboratório seja muito bem instalado e consiga realizar um bom trabalho em sua cidade ou região.

Saiba como trabalhar com a marca CRM Liquor clicando aqui.

 

Leia também:

http://crmliquor.com/motivos-para-investir-em-uma-franquia-de-saude-inovadora/

Leia mais

4 dificuldades comuns em franquias – e como o CR Liquor te ajuda

Na hora de trabalhar e implementar um trabalho de franchising, é importante saber que existem algumas dificuldades comuns em franquias – e isso é normal, independente da natureza.

É claro que alguns desses problemas estão mais intimamente ligados ao segmento escolhido para trabalhar sua franquia.

Hoje o Blog do CR Liquor vai falar um pouco desses desafios e mostrar como a rede de franquias do laboratório de soluções diagnósticas pode lhe ajudar a não sofrer com esses temas.

Dificuldades comuns em franquias

Investir em uma franquia é um passo bastante relevante na vida de um empreendedor.

No caso da rede CRM Liquor, o médico que optar por trabalhar com essa marca em sua cidade ou região terá nas mãos uma moderna estrutura.

No entanto, é preciso estar preparado para as etapas iniciais da implementação de um negócio dessa natureza – e ter o total apoio dos franqueadores nesse tipo de consultoria, é um diferencial e tanto.

1. Escolha de franquia que não seja do seu perfil

Esse é um problema muito grave que pode se transformar em um ainda maior com o decorrer do tempo e dos investimentos.

No entanto, na rede CRM Liquor essa dificuldade não aparece com frequência, uma vez que trata-se de uma opção de trabalho direcionado um público bem definido e delimitado.

Para ser um franqueado CRM Liquor é preciso ser médico e atender a uma das seguintes especialidades:

  • neurologia;
  • neurocirurgia;
  • infectologia;
  • patologia clínica.

2. Ponto comercial

Para muitos, esse é considerado o maior desafio de um franqueado e uma das dificuldades comuns em franquias.

A localização tem papel fundamental no bom andamento da franquia e na continuidade dos trabalhos.

A rede CRM Liquor sabe da importância dessa escolha e, por isso, oferece assessoria para a escolha do ponto comercial.

3. Análise de concorrência

Da mesma forma que a escolha do ponto comercial, a análise de concorrência se configura em um ponto central para o desenvolvimento das atividades de uma franquia.

Esse balanço deve ser feito de forma cuidadosa, para evitar que sua proposta comercial já se inicie problemática.

No entanto, quando falamos da rede de franquias do laboratório CRM Liquor, essa é uma dificuldade que não aparece com tanta frequência.

Afinal, trata-se de um laboratório especializado no diagnóstico para o tratamento de patologias ligadas ao Sistema Nervoso com baixa concorrência.

4. Falta de informações sobre o potencial de mercado

Fica difícil desenvolver um bom trabalho de planejamento se não há a informação correta sobre até onde pode chegar a sua franquia, em termos de lucratividade.

Nesse sentido, a rede CRM Liquor estabelece o fornecimento de informações estratégicas ao franqueado, que sabe, em média, o que esperar da movimentação mensal do laboratório.

Dependendo do potencial de cada região no volume de exame, o faturamento pode ser superior a R$ 110 mil mensais.

 

Gostou da proposta?

Venha crescer conosco: seja um franqueado CRM Liquor. Mais informações clicando aqui.

Leia mais

Como escolher o melhor ponto para uma franquia de saúde

Ao optar pelo franchising, o franqueado está investindo em uma proposta que já deu certo antes. Foi implementada pelo franqueador, que padronizou um modelo a ser aplicado em larga escala.

Agora, como escolher o melhor ponto para uma franquia, em especial as da área da saúde?

Este é um assunto que recebe toda a atenção e consultoria da rede CRM Liquor , mas mesmo assim, vamos falar um pouco mais neste artigo do Blog da CRM Liquor.

Sobre o tema, você vai ler os seguintes tópicos:

  • O que é ponto comercial
  • Como escolher o melhor ponto
  • Quais as características de localização a serem atendidas em uma franquia de saúde.

Franquias: o que é ponto comercial

Pode parecer um pouco óbvio, mas é sempre importante reforçar. Para saber como escolher o melhor ponto para uma franquia de saúde, é fundamental ter consciência do que é o ponto comercial.

Apesar de oferecer um sistema bem completo de padronização, comunicação visual, procedimentos e treinamentos, franquias como a rede CRM Liquor dependem que o interessado apresente um local para as instalações.

É a franqueadora quem vai aprovar o projeto arquitetônico e a identidade visual da sua unidade, mas a definição do ponto, bairro ou localização, cabe ao franqueado.

Como escolher o melhor ponto

Diversas análises estão presentes nesse tipo de processo de seleção de local.

Não se trata de algo tão simples e aleatório. É preciso ter consciência de que, diante de todo o investimento a ser feito e todos os processos de treinamento e implementação, é fundamental que a escolha seja cautelosa.

Aqui vão algumas dicas básicas:

Conhecimento do público-alvo

Para escolher o melhor ponto para uma franquia é necessário ter um pleno conhecimento do público-alvo do negócio.

Não adianta levar uma solução a um ponto onde poucas pessoas terão essa necessidade.

Estrutura nos arredores

Preste atenção na rua, nas avenidas de acesso, na disponibilidade de estacionamentos e demais serviços nos arredores antes de escolher um ponto comercial para sua franquia.

Se essas características já estiverem presentes no ponto escolhido, podem ser benéficas para a presença de pessoas no local.

Características de uma franquia de saúde

Franquias da área da saúde como a rede CRM Liquor também devem atender a algumas especificações quanto ao local escolhido como ponto.

Além das características já citadas no item anterior, existem as particularidades de um laboratório especializado na extração do líquido cefalorraqueano (LCR).

Dentro dessas particularidades, estão as parcerias com unidades de saúde.

Atualmente a rede CRM Liquor é parceira de 40 hospitais e atende a centenas de médicos, que precisam desses exames como ferramenta prática.

Seu ponto comercial deve atender, também, a essa necessidade de proximidade desses profissionais.

 

Tem dúvidas? Fale com a CRM Liquor hoje mesmo.

Leia mais

Como detectar e diagnosticar a meningite

 

A meningite está entre as doenças que podem contar com o exame de líquido cefalorraqueano da CRM Liquor para ajudar no diagnóstico correto e preciso.

Por isso, no artigo de hoje do Blog da CRM Liquor vamos falar um pouco mais sobre essa doença.

É importante saber quais as suas características e, antes de mais nada, no caso de suspeitar de algum dos sintomas, procurar um especialista de sua confiança o quanto antes, pois trata-se de doença que pode ter graves consequências.

O que é meningite

Em linhas gerais, como o próprio nome determina, a meningite corresponde a uma inflamação das meninges.

As meninges, por sua vez, são membranas presentes no cérebro e, também, na medula espinhal.

O que pode causar a meningite

Principalmente, as causas relacionadas à meningite estão centradas em dois grupos, que veremos um pouco mais especificadamente mais abaixo.

  • As bactérias;
  • Os vírus.

No entanto lesões, câncer, infecções e até fungos e parasitas podem iniciar o problema.

Quais os sintomas da meningite

É importante estar atento a alguns dos sintomas abaixo:

  • Febre alta (e repentina);
  • Dores de cabeça;
  • Rigidez na região do pescoço;
  • Vômitos e náusea;
  • Dificuldade de se concentrar e confusão na mente;
  • Sonolência e falta de apetite;
  • Convulsões;
  • Entre outros sintomas.

 

Meningite viral e bacteriana

A meningite viral vai reunir sintomas que são bastante semelhantes a de uma gripe forte.

Entre a febre e dores de cabeça, será possível notar uma certa rigidez e sensação dolorida na nuca do paciente.

No caso das ocorrências virais, o tratamento costuma transcorrer de forma menos grave, aliada ao controle da febre e da dor.

No entanto, o caso da meningite bacteriana é mais delicado.

As bactérias mais comuns a provocarem o quadro são:

  • meningococo;
  • pneumococos;

É muito importante o diagnóstico rápido dessa situação, pois a meningite viral precisa ser combatida com antibióticos e pode, sim, causar a morte.

 

O exame de liquor oferecido pela rede de laboratórios CRM Liquor é um dos recursos utilizados nas especificações do diagnóstico da meningite.

Leia mais

Motivos para investir em uma franquia de saúde inovadora

Quando o assunto é investir em uma franquia de saúde inovadora, é importante delimitar que não se trata de uma opção ou proposta como qualquer outra no vasto mercado de franchising.

O CRM Liquor é sinônimo de inovação em franquias de saúde: a possibilidade de ter uma rede especializada em coleta e análise do líquido cefalorraqueano.

Desde 2017, médicos neurologista e patologistas – que são profissionais que necessitam desse exame como ferramenta – podem ter sua franquia.

Hoje o Blog do CRM Liquor vai trazer um pouco mais sobre o panorama das franquias de saúde ao redor do Brasil – e, também, vai explicar como fazer parte da rede de franquias CRM Liquor.

Seja um franqueado CRM Liquor

Como dito anteriormente, para investir em uma franquia de saúde, muitas vezes, é necessário cumprir algumas exigências.

O modelo de franquia do CRM Liquor oferece soluções especializada para levar o que há de mais modernos em serviços médicos de diagnóstico para doenças neurológicas.

Ser um franqueado CRM Liquor significa operar com os mais de 30 anos de experiência do médico patologista clínico, Dr. Rene Pimenta.

A exigência é que o candidato precisa ser médico com formação em:

  • neurologia;
  • neurocirurgia;
  • infectologia;
  • patologia clínica.

Fazer parte do grupo com uma franquia da CRM Liquor significa investir em uma proposta empreendedora com baixa concorrência.

Trata-se, ainda, de um negócio com crescimento de 27% no comparativo com o ano anterior – e que prevê um retorno financeiro em até 18 meses.

 

Quer ser parceiro CRM Liquor? Entre em contato conosco para obter mais informações sobre a franquia.

 

A saúde é prioridade

Apesar de, muitas vezes, estar relacionado ao segmento de beleza, investir em uma franquia de saúde e bem-estar costuma ter resultado distinto de padrões e procedimentos estéticos.

O que costuma sempre ser colocado em destaque é priorização do tema. Se o tema é saúde na vida de uma pessoa ou família, ele costuma a vir, sempre, em primeiro lugar.

Mesmo quando há crise econômica, os gastos com saúde não são excluídos do orçamento familiar, por menor que ele seja.

Nesse sentido, apesar de ser um nicho mais específico, as franquias dessa natureza costumam ter demandas e o seu público constituído, sendo necessário apenas o estudo de local e cenários.

 

Um segmento em crescimento

Em um contexto nacional, de acordo com o site Franchising Store, as franquias de Saúde, Bem-Estar e Beleza estão em crescimento nos últimos dois anos.

No ano de 2017, o crescimento foi de 17% – no ano anterior, o aumento foi de 11%.

Em um panorama geral, essa fatia de mercado já representa 16% de todas as franquias no Brasil.

Como pontos sensíveis desse tipo de investimento, estão, por exemplo, a necessidade de um detalhado estudo de mercado para saber se o ponto e a região comportam ou necessitam de sua empresa.

Outra questão extremamente importante é a necessidade de uma equipe treinada e qualificada para lidar com o core business.

Afinal, com saúde não se brinca.

 

A franquia CRM Liquor em números

O investimento inicial para que o médico franqueado possa trabalhar obter o conhecimento da metodologia e usar a marca CRM Liquor é a partir de R$ 75 mil de taxa de franquia mais investimentos.

Levando em conta o potencial regional e volume dos exames, o retorno o faturamento para uma fraquia dessa natureza pode ser superior a R$ 110 mil ao mês.

 

Quer ser parceiro CRM Liquor? Entre em contato conosco para obter mais informações sobre a franquia.

Leia mais

Neuromielite óptica: qual é a importância do diagnóstico?

A NMO (Neuromielite Óptica) também conhecida como Síndrome de Devic, é uma doença inflamatória autoimune que acontece quando o sistema imunitário ataca a proteína das células do SNC (Sistema Nervoso Central), chamada Aquaporina 4, bem como o nervo óptico (neurite óptica) e a medula espinhal (mielite).

Sua descrição foi feita há mais de 150 anos, mas só após diversas evoluções científicas foi identificado que ela consiste em um conjunto de manifestações clínicas e laboratoriais pertencentes à apenas uma doença. Desta forma, a NMO pode ser apresentada como um quadro definido, ou apenas como um “espectro”, isto é, quando o paciente apresenta somente alguns sintomas da doença.

Diagnóstico

O diagnóstico da NMO é feito principalmente de forma clínica, contudo alguns critérios também podem levar a esta constatação, como:

  1. Presença de pelo menos um ataque de neurite óptica e de mielite;
  2. Ao menos dois dos três critérios de apoio:
  3. Lesão contígua na medula espinhal de extensão maior ou igual a três corpos vertebrais à ressonância magnética;
  4. Ressonância magnética do crânio que não preencham os critérios da esclerose múltipla;
  5. Presença do anticorpo Aquaporina 4 no sangue.

 

A importância do diagnóstico está também na chance de poder buscar conhecimentos sobre a doença, além de possivelmente possibilitar um tratamento adequado, fazendo com que o paciente possa viver de forma tranquila, mesmo convivendo com a Neuromielite Óptica.

Leia mais

O que é uma punção lombar?

A punção lombar é o procedimento que retira uma pequena quantidade do LCR (Líquido Cefalorraqueano), por meio de uma fina agulha, para examinar as suas características físicas, citológicas, microbiológicas e químicas. Inversamente, a punção lombar também permite que sejam injetadas substâncias medicamentosas no líquor e na medula (raquianestesia) e que a pressão no interior da câmera liquórica seja medida.

Preparo para realizar a punção lombar

A realização do procedimento não exige qualquer preparo prévio especial. A recomendação é que refeições muito pesadas não sejam feitas antes do exame. Se o paciente também tiver problemas de coagulação ou faz uso de medicamentos anticoagulantes, o médico deve ser avisado.

Riscos da punção lombar

Quando realizada corretamente, a punção lombar não apresenta riscos. Como a quantidade de líquido retirada é pequena, o procedimento não chega a causar repercussões no cérebro e na medula. Os riscos maiores estão relacionados à ocorrência de infecção ou hemorragia, que geralmente são ocasionadas por falhas técnicas. Mesmo o método sendo feito adequadamente, pode ocorrer dor no local da punção ou dor de cabeça, ambas temporárias.

A punção lombar não deve ser realizada se houver a presença ou suspeita de hipertensão liquórica muito alta, devido ao risco de deslocamento do cérebro e herniação de amígdalas cerebelares, o que pode levar à morte. Diante da possibilidade de pressão liquórica aumentada, um exame de fundo de olho e uma tomografia ou ressonância magnética devem ser realizadas antes da punção lombar.

Pós-procedimento da punção lombar

Após a punção lombar, o paciente pode sentir um pouco de tontura, por isso não deve dirigir veículos automotores ou operar máquinas perigosas logo em seguida. O ideal é que o paciente tenha um acompanhante para ajudá-lo.

Nas primeiras horas posteriores ao exame, o paciente deve permanecer deitado e beber bastante líquido, sobretudo aqueles que contêm cafeína. Caso ocorra a dor de cabeça, o paciente deve permanecer deitado e tomar os analgésicos prescritos pelo seu médico.

Referências sobre punção lombar

http://www.abc.med.br/p/exames-e-procedimentos/358814/puncao+lombar+como+e+feita+para+que+serve+quais+sao+os+riscos+o+que+fazer+apos+o+procedimento.htm

Leia mais
Barreira Hematoencefálica

O que é a Barreira Hematoencefálica?

A BHE (Barreira Hematoencefálica) é uma estrutura histológica e funcional que protege o SNC (Sistema Nervoso Central). Ela é composta por células endoteliais que revestem o sistema vascular e cerebral e desempenha um papel essencial para a manutenção da hemóstase de neurônios e células gliais, bloqueando o acesso de substâncias tóxicas endógenas ou exógenas.

A impermeabilidade da BHE é o resultado de uma série de características únicas, que acrescenta dificuldades às moléculas que tentam penetrar a barreira. Esta propriedade é baseada na existência de permeabilidade restrita do endotélio, além da presença em grandes quantidades de enzimas degradantes no interior do endotélio de modo que, com exceção da água, os gases como oxigênio, dióxido de carbono e determinadas moléculas lipossolúveis muito pequenas passam de forma íntegra.

Além das funções de permeabilidade seletiva, a Barreira Hematoencefálica possui aspectos importantes nas funções neuroimunes, incluindo a secreção de citocinas, prostaglandinas e óxido nítrico, ou seja, a BHE pode receber o estímulo de um comportamento e, simultaneamente, responder com secreções para outros, sendo esta função protagonista na resposta neuroimune.

A BHE consiste amplamente de dois compartimentos: o plexo coroide e a rede capilar do SNC.

O plexo coroide serve como uma barreira sangue líquor -, por meio de uma estrutura especializada de revestimento celular ependimário do plexo. Já as células endoteliais dos capilares cerebrais assentam na membrana, que é rodeada por pés astrocitários. Estas células endoteliais, tais como os plexos coroides, estão estreitamente unidas por tight junctions (junções apertadas) e possuem os mesmos sistemas de transporte de metabolitos e alguns íons.

O cérebro não é impermeável a todos os componentes com origem no sangue. A BHE é semipermeável, isto é, permite que somente algumas substâncias a atravessem e outas não. Desta forma, existem macromoléculas na circulação sanguínea que podem ultrapassar a Barreira Hematoencefálica.

Substâncias como o álcool, nicotina, cafeína, atravessam a BHE e são prejudiciais para o funcionamento do SNC. Já a maioria dos medicamentos não ultrapassa esta barreira. Isto constitui no desafio de tratar as doenças do sistema nervoso central.

Referências

http://olharocerebro.com/index.php/2016/01/18/barreira-hemato-encefalica/

http://www.guiasdeneuro.com/barrera-hematoencefalica/?lang=pt

http://www.scielo.br/pdf/rbti/v23n2/a16v23n2.pdf

Leia mais
WhatsApp Fale pelo WhatsApp