Alzheimer

A Doença De Alzheimer manifesta-se através de uma demência progressiva, isto é, que aumenta em sua gravidade com o tempo. Os sintomas iniciam lentamente e se intensificam ao longo dos meses e anos subsequentes. Muitos sintomas não ocorrem no início, mas surgem ao longo da evolução da doença.

Doença de Alzheimer

A Doença De Alzheimer é a mais frequente doença neurodegenerativa na espécie humana. Trata-se de uma doença que acarreta alterações do funcionamento cognitivo (memória, linguagem, planejamento, habilidades visuais-espaciais) e muitas vezes também do comportamento (apatia, agitação, agressividade, delírios, entre outros), que limitam progressivamente a pessoa nas suas atividades da vida diária, sejam profissionais, sociais, de lazer ou mesmo domésticas e de autocuidado. O quadro clínico descrito caracteriza o que em medicina é denominado “demência”.

Sintomas da Doença de Alzheimer

Na grande maioria dos casos o primeiro sintoma é a perda de memória para fatos recentes. É importante salientar que esta perda de memória deve representar um declínio em relação ao funcionamento anterior e que também deve ser de intensidade suficiente para interferir com o desempenho do indivíduo em suas atividades diárias. Ou seja, uma perda de memória leve e ocasional não deve ser valorizada da mesma forma.

Perda progressiva da memória, principalmente para eventos recentes Dificuldade de planejamento
Dificuldade de linguagem, tanto para compreender quanto para expressa-se Desorientação no tempo e no espaço
Dificuldade para realizar tarefas habituais Dificuldade de raciocínio, juízo e crítica
Dificuldade para lembrar e reconhecer amigos e familiares Depressão, Apatia
Agitação, inquietação, às vezes, agressividade; muitas vezes com piora no final Problemas motores, nas fases avançadas; dificuldade de locomoção, etc.
Problemas de sono: troca o dia pela noite Delírios (pensamentos anormais, ideias de ciúme, perseguição, roubo, etc.)
Alucinações (Alterações do pensamento e dos sentidos, como ver coisas que não existem) Ansiedade

 

Prevenção contra a Doença de Alzheimer

Há medidas gerais que ajudam a preservar a saúde mental e que diminuem o risco de a pessoa ter a Doença de Alzheimer.

  • Atividade mental regular e diversificada
  • Atividade física regular
  • Bom sono
  • Boa alimentação
  • Evitar maus hábitos
  • Atividades de Lazer

Quando devo procurar o médico, ou levar meu familiar?

Os 10 sinais de alerta para a Doença de Alzheimer:

  • Problema de memória que chega a afetar as atividades e o trabalho
  • Dificuldade para realizar tarefas habituais
  • Dificuldade para comunicar-se
  • Desorientação no tempo e espaço
  • Diminuição da capacidade de juízo e crítica
  • Dificuldade de raciocínio
  • Colocar as coisas no lugar errado, muito frequentemente
  • Alterações frequentes do humor e do comportamento
  • Mudanças na personalidade
  • Perda da iniciativa para fazer as coisas

Diagnóstico da doença de Alzheimer

Não há, até o momento, nenhum método que isoladamente permita o diagnóstico de doença de Alzheimer com absoluta precisão. Avanços substanciais têm ocorrido nesta área, com alguns exames mais específicos e promissores em fase de pesquisa. No entanto, o diagnóstico ainda é feito pela identificação de quadro clínico característico e pela exclusão de outras causas de demência, por meio dos exames complementares (laboratoriais e de imagem).

Quando é seguido roteiro diagnóstico apropriado, baseado em recomendações e consensos internacionais e também nacionais, a identificação da doença fica em torno dos 85% em fases iniciais, aumentando de forma expressiva, como o acompanhamento do paciente. Alguns casos, no entanto, podem apresentar manifestações clínicas atípicas ou, em fases muito iniciais, oferecer maiores dificuldades para sua correta identificação, necessitando de avaliação mais especializada.

É muito importante o diagnóstico ser feito o mais cedo possível, porque, nas fases iniciais da doença, o médico tem melhores condições de intervir em benefício da pessoa com doença de Alzheimer.

Ref: ABN Doença de Alzheimer para Leigos

CR Liquor nos diagnósticos de Doença de Alzheimer

O CR Liquor é um laboratório especializado em líquido cefalorraquiano (Líquor). Possui equipe médica altamente especializada e infraestrutura completa para todas as análises laboratoriais no líquor. No caso específico da doença de Alzheimer, somos um dos poucos laboratórios a realizar em sua própria estrutura técnica as dosagens de Biomarcadores da Doença de Alzheimer (beta amiloide 1-42 e proteína Tau), que podem auxiliar na investigação da Doença de Alzheimer.

WhatsApp Fale pelo WhatsApp